O que projetos de desenvolvimento de software e cervejas artesanais tem em comum?

Você pode achar que a comparação é absurda, mas sim, a produção de uma cerveja artesanal pode ser comparada a projetos de software desde a primeira etapa. E é nesse primeiro momento da contratação de uma fábrica de software que vamos focar aqui: a análise de requisitos é indispensável tanto para o software que você pretende utilizar, quanto para a cerveja que deseja degustar. Mas fique tranquilo: desenvolvedores não trabalham alcoolizados.

Vamos então criar um paralelo entre duas situações: de um lado, a necessidade de um software para uma farmácia. De outro, o desejo de uma cerveja exclusiva para uma festa de fim de ano.

Imagine então que essas são as únicas informações passadas, tanto para a fábrica de software, quanto para a cervejaria. Um tanto amplo, não? Afinal, qual o tipo de software e com quais funções? E a cerveja, qual será a família, a cor, o teor alcóolico? Servirá quantas pessoas? Esse procedimento de especificar o que precisa é a Análise de Requisitos, indispensável para uma estimativa de prazos, preços e o alcance de resultados assertivos.

Cada software e cada cerveja tem seus objetivos

Dentro dessa análise, o primeiro passo seria a definição do objetivo principal e secundário.

Por exemplo:

  • Objetivo principal: Um software para farmácia.
  • Objetivo secundário: Que tenha fluxo de caixa.

E pensando na cerveja artesanal, seriam estes:

  • Objetivo principal: Uma cerveja artesanal especialmente para uma festa.
  • Objetivo secundário: Deve ser frutada.

Você deve concordar que ainda são informações amplas, que precisam de mais detalhes para que não existam frustrações e retrabalho. Vejamos então a segunda etapa da documentação. Leia mais

Desenvolvimento com fábrica de software vai além do menor preço

No desenvolvimento com fábrica de software, será que contratar quem oferece o menor preço é a melhor saída? Pode ser que sim, se você não valorizar a qualidade. Mesmo que você considere que seu projeto é algo simples (que não pode ser sinônimo de mal feito), deixar de lado a experiência de qualidade significa tempo, dinheiro e trabalho perdidos.

Por isso, olhe os diferenciais! Você pode avaliar se a fábrica de software oferece valor agregado mesmo antes de fechar negócio. Veja abaixo o que esperar de uma fábrica e como você pode contribuir para que o projeto seja um sucesso!

Aderência ao negócio

Se a fábrica de software não sabe o que o cliente espera do produto, o resultado tende a ser catastrófico.

Veja se a fábrica propõe visitas e se disponibiliza a fazer as reuniões necessárias para entender sua empresa, suas necessidades e a finalidade do software.

Entender a expectativa e mostrar a realidade

O que é possível e o que não é possível? Qualidade não é discutível em nenhuma hipótese, uma fábrica profissional não aceita práticas duvidosas que comprometam a entrega e a verdadeira solução do problema.

O desenvolvimento com fábrica de software precisa ser transparente e pontuar situações de risco.  Você gostaria de ser avisado antes de algo dar errado, não é? Então procure sempre uma fábrica que exponha todos os cenários e saiba medir riscos com antecedência. Isso é questão de confiança, credibilidade e segurança!

Exemplos de risco: volumetria e escalabilidade

A volumetria se refere ao número de informações dentro do sistema, e a escalabilidade mostra o quanto esse software pode crescer.

Imagine um prédio de 5 andares. A volumetria seria a avaliação de quantas pessoas esse prédio comporta. A escalabilidade observaria se a arquitetura aguenta crescer mais 5 andares. Ambas as informações impedem que medidas imprudentes sejam tomadas, prevenindo riscos. Leia mais

Omni Soluções Financeiras e a desburocratização por meio da plataforma mobile

O processo para concessão de crédito de veículos costuma ser bastante trabalhoso. Com a esperada recuperação na venda de veículos que vem sendo registrada nos últimos meses, a ANEF (Associação Nacional das Empresas Financeiras das Montadoras) estima que deverão ser liberados R$ 90,6 bilhões para o financiamento de veículos.

Facilitando o progresso

Com o segmento em ebulição, a Omni Soluções Financeiras revolucionou todo o processo de análise de crédito e anuncia a plataforma mobile e desktop Omni+, desenvolvida pela DB1 Global Software, que deverá beneficiar mais de 222 mil pessoas na cadeia, entre lojistas, agentes de crédito e consumidores. A mudança foi impulsionada pelo desejo de colocar o benefício aos clientes no centro do processo.

Como o Omni+ funciona

O APP Omni+ realiza a análise do crédito e simula as condições de financiamento de um veículo em poucos minutos, a partir do preenchimento de uma ficha de dados na tela de um smartphone, tablet ou computador. Também é possível ajustar as condições da compra às possibilidades do cliente em tempo real, com simples toques na tela.

O Omni +, primeira plataforma mobile e desktop da Omni Soluções Financeiras, proporciona os seguintes benefícios: Leia mais

Robô 100% brasileiro pode ser seu novo colega de trabalho

Já imaginou receber o auxílio de um robô em sua rotina de trabalho?

Atualmente o Tinbot atua como Scrum Master na DB1 e auxilia os times no desenvolvimento de software. Mas sua capacidade não pára por aí!

Ele pode ainda ser assistente de equipe, recepcionista, professor ou qualquer outro perfil profissional, visto que é configurável e pode ser programado por qualquer pessoa.

Em entrevista para o programa Estúdio I, da Globo News, Marco Diniz fala sobre a criação do robô que é 100% brasileiro.

Gestão de Projetos com Inteligência Artificial

Já pensou em ter um robô como gerente? Pois é!
Graças a Inteligência Artificial nada passa despercebido aos olhos do Tinbot!
Ele auxilia na gestão, dá recados, ajuda o time, cuida das pendências e ainda descontrai o ambiente.
Veja no vídeo abaixo como o Tinbot pode auxiliar na rotina das empresas:

Artigo relacionado:

Tinbot no The Developers Conference – TDC

EXAME: Maringá é polo de tecnologia e profissionais de fora são bem vindos!

Com a meta de se tornar o Vale do Silício paranaense nas próximas décadas, Maringá segue um plano estratégico definido pelo Conselho de Desenvolvimento Econômico de Maringá (Codem) que propõe o estímulo e investimento no setor de TI.

“Uma cidade de tecnologia de ponta, com emprego e renda de alto valor agregado”, prevê Ilson Rezende, CEO da DB1 Global Software e presidente do Conselho de Desenvolvimento Econômico de Maringá (Codem).

A matéria é da EXAME e destaca também o investimento da cidade em qualidade de vida (veja mais sobre o estilo de vida maringaense).  Com esses dois fatores, é comum que profissionais de outros estados se interessem por Maringá. Movimento este, muito esperado pelas 400 empresas de desenvolvimento de software, incluindo a DB1 Global Software. Vale lembrar que esse crescimento também puxa a demanda para outros setores de apoio ao negócio, como marketing e recursos humanos. Segundo Ilson Rezende, sem recrutar profissionais de fora não é possível preencher todos os cargos.

“Temos demanda para pessoas de outros estados. Mais da metade dos profissionais que a DB1 contrata vem de fora”, afirma. No site da DB1 é possível consultar todas as vagas.

Maringá para diversos talentos

Ainda na matéria da EXAME, consta uma entrevista com Edoil Barros, gerente de projetos da DB1, que se mudou de São Paulo para Maringá em 2012 e conta sua perspectiva da cidade. Veja o trecho:

“Quando eu cheguei tinha mais vagas para os jovens, mas o mercado foi evoluindo e, para dar conta do crescimento, as empresas passaram a precisar mais da figura do gestor”, diz Barros, que trabalhou 12 anos na Vivo em São Paulo, onde era coordenador.

Mas o mercado promissor em tecnologia não foi definitivo para que Barros tomasse a decisão de residir permanentemente na cidade e, sim, a qualidade de vida. “Quando me mudei nem sabia que o mercado em TI era tão forte”, conta.

A vontade de sair de São Paulo surgiu quando seu filho, Pedro, nasceu em 2011, e a desafiadora rotina paulistana começou a pesar para ele e a mulher, cuja família é de Maringá. “A gente tinha uma vida muito corrida em São Paulo e a decisão foi balizada mais por conta da família”, diz.

A tranquilidade de viver numa cidade bem arborizada e sem trânsito é um dos principais benefícios da mudança. “São as coisas simples do dia a dia que fazem a diferença”, diz.

É contando sobre a sua rotina que Barros diz convencer outros profissionais que estão pensando em morar e trabalhar em Maringá. Quando há processos seletivos na DB1, Barros é sempre convidado a contar sua experiência, já que deixou São Paulo pela cidade paranaense.

Aos que temem perda salarial, ele sempre indica que não fiquem prestando atenção apenas no valor do salário já que o custo de vida é mais baixo do que em São Paulo.

Profissional em Maringá não fica parado! Conhece alguém de fora que está em busca de qualidade de vida e crescimento profissional na área de tecnologia? Compartilhe esse artigo e veja na íntegra a matéria da EXAME: http://exame.abril.com.br/carreira/cidade-entre-as-melhores-do-pais-quer-atrair-pessoas-qualificadas/

 

DB1 Global Software está entre as 45 melhores empresas para começar a carreira no Brasil

A DB1 foi classificada pela revista “Você S/A” como uma das 45 melhores empresas para se começar carreira no Brasil.  A Você S/A realiza a pesquisa há sete anos e é a única do mundo que avalia a satisfação do jovem com seu emprego.

Participando da pesquisa pela primeira vez, a DB1 ficou na 34ª colocação e obteve 77,1 pontos no IFT Jovem (Índice de Felicidade no Trabalho do Jovem). Atualmente, osjovens representam 33% dos colaboradores da empresa.

Os colaboradores ouvidos pela pesquisa se sentem valorizados pelas práticas da empresa. Um exemplo disso foi a implantação do espaço Talk, em que os funcionários podem compartilhar conhecimento de forma mais prática e informal. Todos os meses são disponibilizadas seis ou sete datas e horários no local, e quem tiver interesse de falar sobre algum assunto (pode ser um case do trabalho ou dicascomo melhorar as apresentações, por exemplo) se inscreve, aparece no dia e horário combinado e conversa, durante 15 minutos, com quem estiver por lá.

A pesquisa também destaca o pacote flexível de benefícios, implementado em 2009, que inclui de estacionamento a vale-academia. O valor e a composição são atualizados anualmente e enquadrado de acordo com o plano de cargos e salários.

A empresa também investe em projetos independentes dos funcionários, como a criação do robô Tinbot, desenvolvido por um colaborador para melhorar a eficiência dos processos, e que vem sendo produzido pela DB1 em sociedade com o inventor.

Esse reconhecimento vem se somar à classificação no ranking nacional das 150 organizações brasileiras selecionadas na lista “Melhores empresas para trabalhar – GPTW Brasil”, realizada pela Great Place to Work que avalia as organizações com as melhores práticas relacionadas a gestão de pessoas. O estudo leva em conta a avaliação do índice de confiança dos funcionários com o ambiente de trabalho e análise das melhores práticas de gestão de pessoas, entre outros quesitos.

Nos últimos anos, a DB1 vem conquistando certificações de gestão, qualidade e ambiente de trabalho. A empresa foi pioneira na região na obtenção dos padrões CMMI e MPS.BR, que atestam a aderência ao padrão internacional de qualidade de software, e possibilitou que outras 10 empresas também fossem certificadas. Maringá é hoje a segunda cidade com maior número de certificações no Brasil, perdendo somente para São Paulo capital.

Nas últimas edições do ranking do GPTW, a DB1 ficou entre as melhores empresas de TI para se trabalhar no Brasil.

“Sair de uma lista das melhores empresas de TI, passar para um ranking geral e ficar em entre as 45 melhores empresas para se começar a carreira no Brasil, mostra nosso foco na valorização das pessoas com prosperidade para todos e nossos esforços para nos tornarmos um competidor global. A visão da DB1 é estar entre os 10 maiores grupos de TI do Brasil até 2032 – temos metas muito fortes – e esse prêmio vem reconhecer que estamos na direção correta e que estamos cumprindo nosso propósito”, conta Ilson Rezende, presidente da DB1 Global Software.

“Alguns clientes nos perguntam como conseguimos contratar, ter e manter nosso alto nível de entrega. Eu costumo dizer que investimos muito em pessoas, em processos e em como trabalhar com essas novas gerações. Isso reflete em uma entrega de primeira, com alta qualidade, baixo índice de retrabalho e prazos mais curtos, além do reconhecimento como uma das melhores empresas para se trabalhar”, finaliza Rezende.

Fullcommerce para indústria: estratégia para vender mais

Factory flat industry background with manufactory production technology buildings vector illustration

A colaboradora e autora do Blog DB1, Nôga Simões, teve seu artigo “Fullcommerce para indústria: estratégia para vender mais” publicado no E-Commerce Brasil!

O texto esclarece a importância do fullcommerce e seus benefícios para a indústria, visando expandir o alcance de consumidores gastando menos. Você entenderá o que é fullcommerce, como pode ser implementado e os 7 maiores benefícios para indústrias.

Confira abaixo o artigo na íntegra:

Leia mais

Dicas para uma boa Análise de Requisitos

Uma boa Análise de Requisitos pode fazer toda a diferença em um projeto de
software, e por ser um documento muito específico que demanda conhecimento tanto
técnico quanto de negócio, precisa ser muito bem desenhado. Esse é um ponto crucial
para que no final do processo o software seja rápido, eficiente e apresente uma alta
performance. Temos também um artigo focado na importância e diferencial da Análise de requisitos, veja aqui.

Se a empresa contratante do serviço de desenvolvimento de software possuir um
analista especializado, um desenvolvedor ou um profissional técnico que possa se
envolver no projeto, ele pode construir o documento. Porém, se esse não for o caso, o
melhor a fazer é também contratar esse serviço de maneira terceirizada.

Os 3 pontos-chaves  para uma boa Análise de Requisitos

  1.  Entender a importância do documento e construí-lo com a maior quantidade de informações possível;
  2.  Promover o trabalho em conjunto com a empresa desenvolvedora (que pode analisar e re-analisar até obter um produto final completo);
  3.  Saber que o levantamento de informações e a escrita da análise levam em média oito horas de trabalho, podendo chegar a quatrocentas, esse é um dado baseado em históricos de análises desenvolvidas pela DB1.

Leia mais

DB1 integra a EVOA, a primeira aceleradora de startups sem fins lucrativos de Maringá e Região

A DB1 Global Software é uma das empresas que apoiam a EVOA, a primeira aceleradora de startups de Maringá e região, totalmente sem fins lucrativos. O projeto, uma iniciativa do Sicoob, Armazém Digital, Software by Maringá, ACIM, Unicesumar e DB1, tem como propósito preparar, apoiar e desenvolver empresas com potencial de crescimento exponencial para que possam receber os primeiros investimentos e assim, decolar globalmente.

“A EVOA nasce com capacidade para acelerar de 20 a 30 startups e já tem metade dessas posições ocupadas no seu lançamento. Acreditamos que o projeto vai lançar empresas maringaenses com potencial para alcançar o mundo todo”, comenta o presidente da DB1 Global Software e dirigente da EVOA, Ilson Rezende.

“Estamos lançando desafios para que as empresas locais tragam problemas para serem resolvidos na aceleradora. A intenção é que esses desafios coloquem os empreendedores em contato com problemas reais e que possam resolvê-los com soluções escaláveis e repetíveis”, complementa.

Dá uma olhada na estrutura do lugar. Ficou um espetáculo: