30/11/2017 Nilson Ruas Junior

Como consegui a certificação MCSD: App Builder

Há mais ou menos um ano determinei um objetivo, que era o de caminhar por uma das trilhas de certificação Microsoft (MCSD: App Builder – link do selo). Se você não conhece muito sobre certificações Microsoft, recomendo que leia este post sobre a importância da certificação Microsoft aqui do blog.

Este tempo seria mais do que o suficiente para realizar as três provas necessárias para conseguir o título, porém devido à alguns imprevistos pessoais acabei atrasando os planos, mas não desisti!

Este título exige um pré-requisito que é já possuir o título de “MCSA: Web Applications”.

A primeira prova da certificação MCSD (70-480)

A primeira prova pode ser escolhida entre a 70-480 (Programming in HTML5 with Javascript and CSS3) ou a 70-483 (Programming in C#). Como trabalhava mais com Web nesta época, optei pela 70-480.

Das três provas que fiz, considerei que a 70-480 foi a mais fácil delas, no entanto me preparei por dois meses antes de me submeter à realização da prova.

Vou deixar abaixo alguns materiais que utilizei para me preparar para a prova:

O último link deixado é, na minha opinião, o mais completo e rico, porém vale a pena estudar por todos eles.

A segunda prova da certificação MCSD (70-486)

Ainda no caminho para conseguir o “MCSA: Web Applications”, obrigatoriamente temos que passar pela prova 70-486 (Developing ASP.NET MVC Web Applications). Para esta prova também me preparei por cerca de dois meses antes de me submeter ao teste.

Na minha concepção esta prova foi a intermediária, em termos de dificuldade.

Deixo abaixo os materiais utilizados para estudo:

Apesar da lista de estudo ser menor, o primeiro e último link possuem uma referência vasta de conteúdo.

A última prova da certificação MCSD (70-487)

Para que eu pudesse concluir a obtenção do título eu deveria escolher entre uma série de certificações com diferentes objetivos: Azure, UWP, SharePoint, Testes, ALM, etc…

Foi então que escolhi a 70-487 (Developing Microsoft Azure and Web Services) que tirei recentemente (em 31/10/2017), pois era o que estava trabalhando no momento e mais me interessava.

Das três provas esta foi, sem dúvida, a mais difícil (pelo menos para mim). Ironicamente, foi a que eu tive menos tempo de estudo, cerca de 20 dias. Apesar do conteúdo ser mais complexo, por estar trabalhando com as tecnologias envolvidas no exato momento da preparação para a prova, estudar se tornou mais fácil.

Materiais para estudo:

Informações importantes

Além dos materiais mencionados para cada prova, vale ressaltar que eu tive contato com as tecnologias por pelo menos 3 anos, e isso me ajudou muito não só para a prova em si, mas principalmente para o entendimento do que eu estava estudando nos materiais, por já ter visto algumas coisas antes na prática.

Alguns links são do site de cursos e treinamentos Pluralsight. Apesar de ser um site pago, eu tive acesso aos vídeos através da assinatura gratuita de 6 meses fornecida pelo Dev Essentials (programa de benefícios da Microsoft para desenvolvedores).

Conclusão

Foi muito gratificante poder chegar ao fim das três provas e isso só foi possível graças a muito esforço e à DB1.

As provas de certificação em geral não são fáceis e nem baratas, por este motivo agradeço e muito o incentivo que a DB1 dá aos colaboradores para que eles se certifiquem. Esta conquista não é só minha, é nossa. Cada membro de cada equipe que participei ao longo dos anos contribuiu para que eu pudesse adquirir um pouco a mais de conhecimento para a realização das provas, a todos vocês, meu muito obrigado!

Meu recado final a todos os leitores deste post é: certifiquem-se!! Vocês irão ficar surpresos com a quantidade de conhecimento que vocês vão adquirir sobre as coisas que talvez vocês já saibam na prática como utilizar, mas não em detalhes.

Tagged:

Sobre o autor

Nilson Ruas Junior

Nilson Junior é analista desenvolvedor web. Na maior parte do tempo de carreira, trabalha como “full-stack developer”. Tem experiência de trabalho em diferentes projetos, na maioria deles trabalhando com tecnologias Microsoft. Entusiasta do novo, busca sempre aperfeiçoar o conhecimento e aprimorar boas práticas no trabalho.