26/04/2017 Jasper Perrú

Dúvidas frequentes na troca de ERP

Se o seu principal pensamento ultimamente vem sendo: “Será que troco mesmo de ERP? Minha última experiência foi tão traumática, ERP é tudo igual…vou ter que colocar mais grana nisso? ” e por aí vai… Então esse artigo é para você!

Iremos te ajudar a organizar suas ideias e classificar critérios que no final devem te ajudar a ter segurança na escolha do seu novo ERP.

Antes de tudo devemos entender que o ERP é uma ferramenta, sendo assim, deve funcionar como apoio para o resultado acontecer e não o contrário. Sua operação não deve ser realizada apenas para garantir que o ERP funcione, por ser uma ferramenta, devem existir critérios ao utilizá-la para conseguir o melhor resultado, além de ser a ferramenta adequada para o contexto, porém existe algo que pode potencializar isso: a equipe por trás. Isso pode diferenciar a ferramenta e transformar em solução efetiva.

Ao pensarmos na troca, devemos olhar para dois aspectos macro: a ferramenta em si e a equipe. O melhor ERP será o que oferecer os processos e recursos mais adequados para minha realidade e mantido por especialistas que conhecem de fato minhas necessidades e meu dia a dia.

A principal característica da ferramenta ERP é permitir a integração dos recursos e setores da empresa, possibilitando o planejamento e o controle desses recursos para que trabalhem em conjunto gerando resultado.

Critérios de avaliação de um ERP

  • A ferramenta é robusta? Os processos seguem um fluxo adequado a minha realidade e ajudam no aumento da eficiência? Os princípios por trás das regras de negócio aplicadas são consistentes com o mercado? Isso irá te garantir aderência às melhores práticas e evolução contínua, a redução da dependência de pessoas e o aumento do controle por processos na organização.
  • A ferramenta é amigável? Lembre-se, todas operações do dia a dia de sua equipe serão registradas nesse sistema, ele possui um padrão, possui recursos que otimizam a rotina, existem formas de automatizar processos na empresa, reduzir retrabalho e por consequência custo? O ERP deve ser preparado para facilitar a rotina do usuário, interagir com o sistema deve ser algo agradável, que dê agilidade, mas também segurança ao usuário, extrair dados e apresentar em telas ou relatórios deve dar flexibilidade e autonomia ao usuário.
  • A ferramenta atende meu negócio, minha especialidade? Um dos grandes problemas nas implantações de ERP é a falta de aderência com processos do segmento do cliente, cada mercado possui características que devem ser respeitadas e atendidas pelo ERP, muitas vezes essas especificidades permitem o crescimento e diferenciação no mercado. Fugir de um ERP genérico pode lhe poupar de muita dor de cabeça lá na frente ao tentar encaixar seus processos em uma estrutura que não foi preparada para isso.

Possuir a melhor ferramenta já te coloca a frente em muitos aspectos, porém de fato entre os melhores ERP´s existem muitas características comuns, alguns recursos melhores em uns, outros melhores em outros, os processos na maioria das vezes são bem atendidos.

No entanto, em uma corrida das melhores Ferrari´s quem vai se destacar provavelmente será o melhor piloto com a melhor equipe de Box, aquele que entendeu o cenário, que conhece a pista e as nuances do trajeto. É importante de ser atendido por especialistas que não são apenas técnicos, mas que conhecem sua realidade, que falam sua língua, que entendem a criticidade de uma nota fiscal parada no faturamento aguardando coleta, ou a liberação de uma caminhão na barreira por conta do cálculo de imposto. Avalie sempre se a equipe comercial, de implantação e suporte consegue se identificar com suas dores e sabe propor soluções aderentes a sua necessidade.

A avaliação de todos esses critérios deve te dar a segurança necessária para avançar na escolha de um ERP que irá te gerar uma nova perspectiva, que irá te mostrar que é possível ter retorno sobre o investimento realizado transformando em crescimento e resultado, por mais que pareça, nem todos ERPs são iguais.

Tagged: , ,

Sobre o autor

Jasper Perrú Jasper Perrú é gerente de produtos da DB1 e possui dez anos de experiência em projetos focados em performance e competitividade para clientes que desejam se estabelecer como os melhores do mercado.