16/12/2016 Nôga Simões

Por que vender em marketplaces

Vive-se a era digital, dos desafios tecnológicos e alinhamentos de estratégias ligadas à combinação dos mundos físico e virtual. Hoje, por exemplo, precisava comprar lentes de contato e fui verificar o preço em uma loja física e o valor da caixa com três pares de lentes era de R$110,00. Em seguida, entrei no Google e buscando o preço na Internet, encontrei o mesmo produto da mesma marca em Marketplaces e E-commerces por R$67,45 e ainda com frete grátis. Isso mesmo, R$42,55 mais barato, ou seja, 38,68% a menos no mundo virtual do que no físico. E aí, qual decisão você tomaria?

Como encontrei o mesmo produto pelo mesmo preço tanto em um e-commerce quanto em um marketplace, optei por comprar no marketplace. Mas aí você pode me perguntar, por que Nôga?

O porquê é simples, me senti mais segura comprando do Marketplace. Conheço várias pessoas que fazem o mesmo. Costumo só comprar direto do E-commerce quando já comprei dele no Marketplace e tive uma boa experiência de compra.

Diante disso, resolvi trazer para você: lojista que possui um E-commerce, Loja física, Indústria ou Distribuidora e está pensando em aliar estratégias físicas e on-line as principais vantagens de se vender nos Marketplaces:

  1. Credibilidade: os Marketplaces são nomes conhecidos do varejo e proporcionam credibilidade para os lojistas e consequentemente confiança do consumidor no processo de compra;
  2. Clientes para seu E-commerce: uma vez que o cliente teve uma boa experiência de compra de um lojista no marketplace, é provável que ele procure seu site, ademais o cliente é do lojista on-line e não do marketplace, sendo que estratégias podem ser trabalhadas para trazer o cliente para seu site, como por exemplo, envio de cupom de desconto junto ao produto para compra no e-commerce;
  3. Boa Experiência on-line: os Marketplaces costumam investir em tecnologia de última geração, o que garante velocidade e alta disponibilidade do site, resultando em uma boa experiência de compra on-line para o cliente;
  4. SEO: os Marketplaces investem de modo massivo em marketing, Google Adwords, o que auxilia na otimização do SEO da sua empresa;
  5. Aumento das Vendas: conheço vários lojistas que possuem 80% das operações voltadas para Marketplaces, visto que vende-se muito mais via Marketplaces do que E-commerces. Mas por quê? Devido aos pontos acima referendados pelos Marketplaces: Credibilidade, Boa Experiência, investimento massivo em Marketing e otimização do SEO.

Mas até agora só falei de prós para entrada de lojistas no Marketplaces, vamos aos contras então. Os Marketplaces cobram uma comissão para vendas dos produtos para oferecer os benefícios supra-citados, os quais precisam ser considerados na formação do preço de venda, além disso, ao ingressar em mais canais de vendas supõe-se mais vendas e consequentemente maior controle de estoque, vendas, notas fiscais, logística, que não podem ser negligenciados, pois são fatores críticos de sucesso na operação on-line.

Assim, é de suma importância estabelecer estratégias que lhe garantam resultados eficazes, pois quando não se sabe para onde quer ir, qualquer caminho serve.

“Aonde fica a saída?”, Perguntou Alice ao gato que ria.

”Depende”, respondeu o gato.

”De quê?”, replicou Alice;

”Depende para onde você quer ir…”

Desejo-lhe sabedoria e sucesso para a escolha das melhores estratégias para seus negócios!

Tagged: , , ,

Sobre o autor

Nôga Simões Nôga Simões é Coordenadora de Inovação e Relacionamento com Marketplaces na DB1 Global Software, empresa desenvolvedora do ANYMARKET, plataforma de integração e operação com Marketplaces. Simões é Mestranda em Administração de Empresas com ênfase em Marketing, pela Universidade Estadual de Maringá. MBA em Gestão Empresarial pela Fundação Getúlio Vargas.