Quanto vai custar e quando vai ficar pronto meu sistema?

Atualmente trabalho como Gerente de Projetos aqui na DB1 Global Software e gostaria de falar um pouco sobre uma situação que ocorre no meu dia a dia, pois penso que pode ajudar muitas pessoas. A situação é a seguinte:

A dificuldade do cliente em detalhar o que precisa

Quando um cliente necessita de uma solução sistêmica para resolver um determinado problema, um dos pontos que ele pensa é: “Quem vai me ajudar no desenvolvimento dessa solução? ”. Se ele possui uma equipe de TI interna e disponível, naturalmente repassará tal demanda para esse time. Caso contrário, ele vai ao mercado para contratar uma empresa de software para ajudá-lo e aí que mora o grande problema. Muitas vezes, o cliente não sabe como pedir/solicitar essa contratação e no geral, o instinto é enviar um documento “pobre/macro” a várias fábricas, pedir um orçamento de custo e prazo, e fazer uma comparação simplista para eleger qual empresa irá executar a demanda.

O que a fábrica deve fazer

Baseado nessa situação cotidiana, qual deve ser a postura de uma fábrica de software responsável? Ler o documento, fazer uma reunião de 10 minutos com o cliente e estimar por ordem de grandeza e enviar ao cliente? Sinceramente, não vejo que seja o melhor caminho. Pode até funcionar para sistemas pequenos, mas ainda assim não acho uma boa ideia. E por quê? Leia mais

Lucratividade comercial: ter mais faturamento não indica ter maior resultado

É possível ganhar mais dinheiro sem ampliar minha equipe comercial? Certa vez um cliente me fez essa pergunta. Uma distribuidora com 15 vendedores externos e 5 suportes de vendas internos, um mix de 5000 produtos com atendimento no Paraná e São Paulo. O grande problema lançado era: “Jasper, não consigo contratar mais vendedores, meu custo está ficando alto e já atendo grande parte dos meus clientes alvo, como ganho mais dinheiro? ” Vou explorar nesse artigo como utilizar conceitos de lucratividade comercial, margem de contribuição, Pareto e indicadores comerciais faz com que seja possível gerar uma nova perspectiva para uma distribuidora.

Leia mais

Pra que certificação de qualidade de desenvolvimento de software?

Pra que certificação de qualidade de desenvolvimento de software

Em uma visita comercial recente, fui indagado sobre o “porque certificar o processo de desenvolvimento de software?

Bom, se a implantação do certificado engessar o processo, não serve para absolutamente nada.

Agora, se o processo de certificação se encaixar na cultura de sua empresa, fazer parte do seu dia a dia, fazer parte das metodologias que você aplica e ajudar a manter o “trem no trilho”, agregando valor aos times de desenvolvimento, testes, qualidade, analistas, a resposta para a pergunta acima é praticamente respondida.

Leia mais