Marco Diniz e Tinbot ilustrando artigo sobre como falar em publico
Carreira

A arte de falar em público

Marco Diniz e Tinbot ilustrando artigo sobre como falar em publico
Felipe Sanches
03 de junho de 2019
Marco Diniz e Tinbot ilustrando artigo sobre como falar em publico

Não pode ler agora? Ouça esse conteúdo durante suas atividades:

Esta palavra literalmente deixa muitas pessoas corajosas com tremor nos joelhos. A grande e difícil tarefa de falar em público, independente da quantidade de pessoas é algo que assusta e ao mesmo tempo nos encoraja. 

Desde os tempos de escola existia a briga para ver quem iria apresentar o trabalho em classe. O que nos leva a pensar que a arte de falar em público é um dom, pois desde pequenos evitamos, mas existe alguns casos (como o meu) de pessoas que gostam de falar em público, se sentem confortáveis com a situação.

Isso não quer dizer que não nos sentimos nervosos, com tremor na barriga e espinha, mas significa que nos sentimos encorajados e ansiosos para esse momento acontecer. 

Mas mesmo que uma pessoa não tenha o dom natural, com certeza ela pode aprender a encarar o medo e enfrentar esse desafio. 

Para isso podemos seguir alguns passos: 

Tenha domínio do assunto 

Não precisa ser o Albert Einstein sobre o tema, mas ter grande conhecimento sobre ele. Quando temos esse nível, nos sentimos mais confortáveis para expressar o conhecimento e argumentar caso venha uma pergunta (segunda vilã do medo em apresentação em público). Estude sobre o assunto, se aprofunde, verá que sua confiança aumentará. 

2º Lembre-se: Ninguém sabe tudo 

E se alguém perguntar algo que eu não saiba responder? Simples, diga: apenas não sei! 

Ninguém sabe tudo, esperar que nós saibamos apenas por fazer uma apresentação é uma utopia.  

Seja direto e franco, as pessoas irão perceber se estiver tentando enrolar e não sentirão confiança em você. É melhor admitir que não tem esse conhecimento e depois correr atrás do mesmo. 

Tenha confiança em você 

Com toda certeza, quando esse desafio cai sobre seus ombros a primeira coisa que vem a cabeça é “Não sei se sou capaz”. Sim, você é. Lembre de toda a trajetória em sua vida, suas conquistas, desafios superados, verá que você venceu coisa muito pior, sendo esse apenas mais um desafio a ser vencido. 

Se sinta desafiado 

Em toda apresentação (seja em uma sala de aula, palestra, etc..) você aumenta seu nível de conhecimento, pois precisa se dedicar a preparar o conteúdo, estudar sobre o mesmo, ler e reler. A cada apresentação e preparação você assimila ainda mais o conteúdo e você se torna ainda mais conhecedor do assunto. Uma apresentação na verdade é uma oportunidade de adquirir mais conhecimento, assim deve ser encarada.

5º Seja organizado 

Se organize em todos os sentidos. Você precisará de um tempo para ler sobre o assunto, criar uma apresentação, fazer pequenos ensaios.  

Isso tudo demanda tempo, esse que muitas vezes não temos, sendo necessário um planejamento para poder realizar todas as atividades e seguir o planejado para se preparar. Quanto mais preparado, mais confiante. E não, fazer uma apresentação não é apenas pegar o microfone e falar. 

Conclusão

Realizando essas atividades acima, poderá se sentir mais confiante e encorajado a realizar diversas apresentações, desde ensinar em uma sala de aula até palestrar, pois a quantidade do público em si não importa e sim o que você está querendo passar. Aceite os desafios e verá um grande conhecimento nascer em você. 

Sobre o autor

Felipe da Silva Costa Sanches é Analista de Negócios na DB1 Global Software.


Escrito por

Felipe Sanches
Felipe da Silva Costa Sanches é Analista de Negócios na DB1 Global Software.

Inscreva-se e receba nossa newsletter!

Estamos sempre gerando conteúdos inéditos para compartilhar conhecimento com você, além das últimas notícias de tecnologia.