Certificação CTFL – AT : Um degrau a mais

Você conhece a certificação CTFL-AT? Se você é um profissional de teste e tem interesse em Agile, com certeza essa certificação é um ótimo investimento para sua carreira!

Neste artigo, vamos falar sobre a extensão Agile Tester da certificação CTFL, a CTFL-AT!

Confira:

  • O que é a CTFL-AT
  • Diferencial do testador ágil
  • A importância da automação de testes
  • Como estudar para a certificação CTFL-AT

Este é um artigo escrito em conjunto pelos Analistas de Testes Beatriz Makiyama, Andressa Pilar e Alexandre Schossler. Esperamos que goste! Leia mais

Certificação de Engenharia de Requisitos – CPRE-FL

Analisando o mercado de trabalho de alguns anos atrás, o diferencial de um profissional era a graduação. Alguns anos depois passou a ser a pós graduação. Atualmente a maioria dos profissionais possui uma graduação e uma ou mais pós graduações. Sabendo disso, é preciso ter algo a mais em seu currículo para se destacar. Pode parecer clichê, mas é assim que tem sido o mercado de TI no Brasil. E assim, surgem as certificações na nossa área. E principalmente as certificações reconhecidas internacionalmente.

Parafraseando Marcelo Neves, que é um dos nome mais respeitados no Brasil na área de Análise de Negócios e Engenharia de Requisitos, a certificação CPRE-FL é uma  certificação profissional que com ela os profissionais conseguem a tão desejada visibilidade que faz com que as empresas o disputem. Isso é especialmente crítico na atual situação de crise do país onde cada oportunidade é disputada a tapa. A certificação CPRE do IREB é o caminho mais curto e mais seguro pra se ter o reconhecimento.

Existem muitas certificações na área da programação, mas poucas na área de engenharia de requisitos e análise de negócios. Nós analistas de negócios aqui da DB1, para aumentar cada vez mais a qualidade da documentação de nossos projetos, temos optado por tirar a certificação CPRE-FL. Pois o estudo para certificação engloba temas da engenharia de software que vão desde métodos de elicitação de requisitos, documentação, validação, negociação até o gerenciamento dos requisitos. Leia mais

Certificação CTFL – Um esforço que vale a pena

Conquistar a certificação CTFL é uma meta desafiadora por si só. Pessoalmente, 2017 foi um ano de grandes desafios: me tornei mãe. Mesmo ainda desejando muito essa conquista profissional, pensei em desistir por achar que seria impossível estudar diante da minha nova rotina. Porém, me incomodava saber que não tinha atingido essa meta, então resolvi buscar a certificação!

Neste artigo, pretendo mostrar que é possível estudar e conquistar também sua certificação, mesmo tendo pouco tempo disponível. Contarei um pouco sobre como foram meus estudos para a certificação CTFL.

Você encontrará:

  • O que é a Certificação CTFL
  • Quais os benefícios dessa certificação
  • Materiais e dicas de estudo

Confira! Leia mais

Como consegui a certificação MCSD: App Builder

Há mais ou menos um ano determinei um objetivo, que era o de caminhar por uma das trilhas de certificação Microsoft (MCSD: App Builder – link do selo). Se você não conhece muito sobre certificações Microsoft, recomendo que leia este post sobre a importância da certificação Microsoft aqui do blog.

Este tempo seria mais do que o suficiente para realizar as três provas necessárias para conseguir o título, porém devido à alguns imprevistos pessoais acabei atrasando os planos, mas não desisti!

Este título exige um pré-requisito que é já possuir o título de “MCSA: Web Applications”.

A primeira prova da certificação MCSD (70-480)

A primeira prova pode ser escolhida entre a 70-480 (Programming in HTML5 with Javascript and CSS3) ou a 70-483 (Programming in C#). Como trabalhava mais com Web nesta época, optei pela 70-480.

Das três provas que fiz, considerei que a 70-480 foi a mais fácil delas, no entanto me preparei por dois meses antes de me submeter à realização da prova.

Vou deixar abaixo alguns materiais que utilizei para me preparar para a prova:

O último link deixado é, na minha opinião, o mais completo e rico, porém vale a pena estudar por todos eles.

A segunda prova da certificação MCSD (70-486)

Ainda no caminho para conseguir o “MCSA: Web Applications”, obrigatoriamente temos que passar pela prova 70-486 (Developing ASP.NET MVC Web Applications). Para esta prova também me preparei por cerca de dois meses antes de me submeter ao teste.

Na minha concepção esta prova foi a intermediária, em termos de dificuldade. Leia mais

Certificação Microsoft vale a pena?

Existem várias maneiras de um desenvolvedor (ou qualquer profissional) se qualificar, uma delas é através da certificação Microsoft. Ela basicamente vai assegurar às pessoas que você detém o conhecimento sobre algum assunto específico.

A maioria dos grandes players de tecnologia da atualidade fornecem a possibilidade de certificar os profissionais que desejam se aprofundar em alguma de suas tecnologias.

Seguindo esta ideia, a Microsoft é uma das empresas que disponibilizam essa opção de especialização. Ao perceberem a grande aceitação dos profissionais com esta modalidade, eles criaram certificações para praticamente todos os seus grandes produtos comerciais e para todas as áreas (não só desenvolvedores, veja a lista completa de certificações Microsoft).

Com o sucesso do modelo, passaram a criar as “trilhas” onde o profissional pode seguir conquistando uma lista de certificações de um determinado segmento e ao completar todas (ou seja, completar a trilha) ele recebe um selo da empresa.

Além do “carimbo” da grande empresa dizendo que você detém o conhecimento sobre determinado assunto, ao passar em alguma certificação a Microsoft disponibiliza alguns mimos como: desconto em e-books Microsoft, desconto em produtos Dell, acesso gratuito a uma rede social privada para profissionais certificados, além de materiais de divulgação para suas conquistas.

Qual o significado da sopa de letrinhas (MTA, MCSA, MCSE, MCSD)?

Dentro do universo de certificações Microsoft, existem ainda subdivisões através dessas siglas para diferenciar os níveis de “profundidade” sobre cada assunto. São elas: Leia mais

Certificação, por que não?

Neste artigo, vamos abordar quais as principais vantagens e também as motivações que levam um profissional a buscar e se certificar, além de explanar sobre algumas certificações específicas para a área de análise de negócios.

Motivos para se certificar

Quais as vantagens, ou que deve te motivar a se certificar?

As certificações são criadas e emitidas por entidades especializadas em um determinado assunto ou tecnologia. Por exemplo, a Oracle é responsável pelas certificações em Java, a Microsoft pelas certificações em C#.Net, e o IIBA pelas certificações em Análise de Negócio. Estes institutos, em sua grande maioria, são detentores ou parceiros das tecnologias abordadas, no caso do Java e C#, ou são referências e geradores de padrões ou tendências de mercado em alguma determinada área, como o IIBA gera o BABOK. A seguir serão explanados alguns pontos referentes aos motivos e vantagens em obter uma certificação. Leia mais

Pra que certificação de qualidade de desenvolvimento de software?

Pra que certificação de qualidade de desenvolvimento de software

Em uma visita comercial recente, fui indagado sobre o “porque certificar o processo de desenvolvimento de software?

Bom, se a implantação do certificado engessar o processo, não serve para absolutamente nada.

Agora, se o processo de certificação se encaixar na cultura de sua empresa, fazer parte do seu dia a dia, fazer parte das metodologias que você aplica e ajudar a manter o “trem no trilho”, agregando valor aos times de desenvolvimento, testes, qualidade, analistas, a resposta para a pergunta acima é praticamente respondida.

Leia mais