Entregando no prazo com matriz de dependência

Você tem aquele backlog imenso. O P.O. já fez a priorização. Mas na verdade, ele priorizou apenas as features. Quando você olha o kanban mais de perto, percebe que há trocentas stories a serem feitas dentro de cada feature. E aí? Qual você começa primeiro? É sobre isso que vamos falar hoje. Leia mais

Política de Compliance aplicado na Lei de Proteção de Dados

As constantes evoluções tecnológicas fizeram com que a sociedade atingisse a chamada “Era da Informação”, na qual existe um comércio antes nunca explorado, o de venda de dados. Diversos empresários criaram modelos de negócio para esse nicho de mercado, praticando a comercialização de dados pessoais sensíveis ou não, de pessoas físicas ou jurídicas, adquirindo um grande capital com a comercialização dessas informações. Apesar da existência desse cenário nacional e internacional, até o começo do ano de 2018, não havia nenhuma legislação pátria específica que tratasse especificamente dessa temática.

Em 14 de agosto de 2018, foi sancionada, no Brasil, a Lei Geral de Proteção de Dados, inspirada no Regulamento Europeu e com a finalidade de tutelar e proteger os dados pessoais de maneira adequada. Dessa forma, surgiram diversas obrigações para as empresas quanto a coleta, uso, armazenamento e garantia de completude dos dados pessoais fornecidos pelas pessoas físicas ou jurídicas, sob pena de severas sanções.

Também trouxe, aos titulares dos dados, o direito de propor, contra as empresas ou entidades públicas, uma demanda judicial, a fim de ressarci-los do mau uso de suas informações. Portanto, é de suma importância que tais detentores tenham um programa de compliance efetivo, com a finalidade de proteção para a sua vida empresarial.

Este artigo visa apresentar um breve relato acerca da Lei Geral de Proteção de Dados, que ainda é uma novidade para muitos empresários. Você verá:

  • As maiores dificuldades sobre a Lei Geral de Proteção de Dados
  • As soluções encontradas com a promulgação desta Lei
  • O que é Política de Compliance e qual é a sua relação com a nova Lei
  • Conceitos de gerenciamento de riscos para a implantação de um Compliance de Dados

Boa leitura! Leia mais

Blockchain: entendendo o hype

Blockchain é uma tecnologia que surgiu em 2008, e desde então, vem conquistando os holofotes. Com certeza você, que busca conhecimento sobre inovação, já ouviu falar de comércios utilizando a tecnologia blockchain em transações bancárias. O uso mais famoso é de blockchain aplicada ao Bitcoin, por exemplo. Dá para perceber que este assunto está no hype!

A ideia que surgiu com Satoshi Nakamoto retrata o propósito de trazer uma inovação disruptiva aos modelos de transações financeiras, como os quais acontecem hoje. O grande ponto é, que mesmo após 10 anos, toda a tecnologia blockchain ainda traz grandes discussões e repercussões no nosso dia a dia. Afinal, como funciona essa tecnologia? Podemos confiar nessa transação? Toda a operação envolvida na blockchain é segura? E aí, você entende desse assunto?

O conceito de Blockchain

Este conceito veio com o propósito de ser uma solução inovadora aos atuais modelos de transações financeiras, que exclusivamente, as transações online dependem de instituições financeiras que garantem o pagamento eletrônico. Toda essa intermediação causa custos de transações, e pelas transações serem reversíveis, aumenta o risco de fraude. A tecnologia blockchain vem para mudar esse sistema, trazendo uma revolução para esses modelos que são usados.

Para entender mais sobre isso, vamos imaginar uma rede de blocos que estão ligados por um hash (impressão digital – a unidade de medida do poder de processamento da rede) numa lista encadeada. Esta lista é similar ao trilho de um trem. Assim, cria-se um sistema formado por uma “cadeia de blocos”, sendo que as transações são colocadas dentro de cada um desses blocos, os quais são trancados por camadas criptográficas.

Segue um exemplo de como funciona uma rede de blockchain, onde os conteúdos são transmitidos de blocos para blocos:

Exemplo de rede em blockchain

O ponto principal é a ideia de descentralização: cada pessoa que faz parte dessa rede (participando ou minerando) tem uma cópia total desses dados, ou seja, a cadeia é perpetuada. Isso faz com que a blockchain tenha um protocolo de confiança, onde todos da rede podem validar.

Criptografia e Merkle Tree

Até aqui, vimos uma breve introdução do processo da blockchain. Mas agora pense, se a cadeia pode ser perpetuada, quando eu passo um dado para a rede blockchain, como vou saber que esse dado não foi alterado? É aí que entra o conceito de Merkle Tree, que funciona como uma “árvore de informações”, a qual é o ponto chave da segurança da criptografia da blockchain.

Para vocês entenderem mais a fundo como funciona essa tecnologia, no Lightning Talk abaixo, Pedro Mázala explica o hype sobre blockchain e os seguintes conceitos:

  • Rede de blocos ligados por um hash
  • Hash: função de derivar (impressão digital)
  • Descentralização (cópia dos dados)
  • Security de um hash
  • Protocolo de confiança
  • Lista encadeada (onde surgiu o primeiro bloco?)

E aí, esse Lightning Talk te ajudou? Se você aprendeu algo novo, então não deixe de compartilhar.

Até a próxima!

Dicas para aprimorar o Code Review

O Code Review (revisão do código) é um item importantíssimo da engenharia de software, mas pode ser muito negligenciado pelas equipes. A armadilha é enxergar a revisão apenas como uma forma de evitar erros antes da integração para a base do código, desconsiderando seu valor como descentralizador de conhecimento.

“Você aprende muito olhando o código de outros. Você pode ensinar alguém através do Code Review, e também pode aprender coisas legais “. Assim é iniciado o Lightning Talk “Tips to improve your  Code Review” (Dicas para aprimorar a revisão de código), ministrado por Wagner Voltz. Dessa forma, é necessário reservar tempo para o Code Review. Uma revisão “corrida” pode colocar a qualidade e o aprendizado a perder.

Então, para você que valoriza sua revisão de código e deseja aperfeiçoá-lo ao máximo, este Lightning Talk com menos de 12 minutos lista de práticas de forma simples e direta.

Tópicos do Lightning Talk sobre Code Review:

  • Code Review
  • Object Clisthenics
  • DoD – Definition of Done
  • Small commits

Leia mais