26/04/2017 Jasper Perrú

Meu e-commerce cresceu, e agora?

 

O E-commerce muitas vezes nos reserva a grata surpresa de crescer mais que o esperado, e com o aumento do volume de operação há o risco inerente da falta de controle que impacta diretamente em um dos principais ativos de uma loja virtual, a reputação. Tudo que foi construído com muito trabalho pode ser prejudicado por processos frágeis, nesse contexto surge a necessidade de um ERP mais robusto, mas o que seria isso “Um ERP Robusto”? Neste artigo vamos explorar as características que fazem de um ERP a melhor opção para impulsionar e garantir segurança em seu crescimento.

Um ERP pode ser ágil, pode ter excelente usabilidade, não precisa ser caro e ainda ser robusto, tudo isso tem muito mais a ver com a qualidade e consistência em que seus princípios de operação são baseados, diz respeito a integração entre as informações e setores e na confiabilidade e rastreabilidade das movimentações realizadas do que simplesmente com o tamanho do ERP.

A palavra chave de um ERP é processo, e é possível que um ERP especialista em E-commerce atenda uma loja virtual executando as melhoras práticas e regras de negócio para esse mercado com processos robustos sem a necessidade do crescimento do quadro de funcionários, mas com o melhor planejamento e utilização dos recursos à disposição.

Um ERP robusto vai muito além da integração de pedidos e emissão de nota fiscal, ele deve permitir que você execute todos processos do dia a dia do e-commerce, desde o cadastro do produto para subir para a loja virtual e para os Marketplaces, controle de compras com cálculos de sugestões de compras automatizadas baseadas em médias e estratégias de cada empresa, até formação de preço com base em informações consistentes geradas no controle de custos nas entradas de nota fiscal e conhecimentos de transporte, passando por controle de impostos em tempo real, controle de logística e integrações com operadores como correios, controle de fluxo de caixa e planejamento financeiro com conciliações bancárias e de recebimentos de cartões ou marketplaces e principalmente com ferramentas que permitam gerir a partir de relatórios em tempo real de margem de contribuição de produtos.

Além disso existe a importância da lucratividade, curva abc de produtos, marcas, categorias de produtos para criação de estratégias de venda, formação de preço, compras e até mesmo armazenamento para garantir maior eficiência no picking. Toda operação deve ser atendida de forma que o fluxo seja contínuo e produtivo. Controles como SAC, RMA, devoluções devem ser extremamente confiáveis e gerenciáveis.

Com melhor preço, disponibilidade de estoque, rastreabilidade, organização na entrega, SAC e devoluções, sua reputação será impactada positivamente.

Um ERP robusto deve ser sinônimo de um back-office extremamente eficiente, isso deve ser acompanhado por um atendimento de uma equipe especialista que conheça sua realidade e entenda a criticidade do mundo online. A agilidade exigida pelo e-commerce e a alta necessidade de se manter competitivo a todo momento devem ser colocados como pilares da operação da equipe de atendimento.

Todas essas características somadas geram um “ERP Robusto”, então, se você tem crescido e percebido que sua operação toma proporções que podem fugir do controle, que podem causar danos para a imagem de sua loja, se entende que poderia gerar mais resultado ou ser mais eficiente utilizando uma ferramenta com processos mais consistentes, considere todos aspectos citados acima, faça sua análise, quais são para você as principais características desejadas e não deixe para depois! O mundo digital pode cobrar caro por um dia a mais, porém com a boa ferramenta em mãos ele nos reserva possibilidades de superar limites sempre!

 

Tagged:

Sobre o autor

Jasper Perrú Jasper Perrú é gerente de produtos da DB1 e possui dez anos de experiência em projetos focados em performance e competitividade para clientes que desejam se estabelecer como os melhores do mercado.