IT Services

Desenvolvimento com fábrica de software vai além do menor preço

Jeremias Queiroja da Costa Araujo
25 de março de 2019

No desenvolvimento com fábrica de software, será que contratar quem oferece o menor preço é a melhor saída? Pode ser que sim, se você não valorizar a qualidade. Mesmo que você considere que seu projeto é algo simples (que não pode ser sinônimo de mal feito), deixar de lado a experiência de qualidade significa tempo, dinheiro e trabalho perdidos.

Por isso, olhe os diferenciais! Você pode avaliar se a fábrica de software oferece valor agregado mesmo antes de fechar negócio. Veja abaixo o que esperar de uma fábrica e como você pode contribuir para que o projeto seja um sucesso!

Aderência ao negócio

Se a fábrica de software não sabe o que o cliente espera do produto, o resultado tende a ser catastrófico.

Veja se a fábrica propõe visitas e se disponibiliza a fazer as reuniões necessárias para entender sua empresa, suas necessidades e a finalidade do software.

Entender a expectativa e mostrar a realidade

O que é possível e o que não é possível? Qualidade não é discutível em nenhuma hipótese, uma fábrica profissional não aceita práticas duvidosas que comprometam a entrega e a verdadeira solução do problema.

O desenvolvimento com fábrica de software precisa ser transparente e pontuar situações de risco.  Você gostaria de ser avisado antes de algo dar errado, não é? Então procure sempre uma fábrica que exponha todos os cenários e saiba medir riscos com antecedência. Isso é questão de confiança, credibilidade e segurança!

Exemplos de risco: volumetria e escalabilidade

A volumetria se refere ao número de informações dentro do sistema, e a escalabilidade mostra o quanto esse software pode crescer.

Imagine um prédio de 5 andares. A volumetria seria a avaliação de quantas pessoas esse prédio comporta. A escalabilidade observaria se a arquitetura aguenta crescer mais 5 andares. Ambas as informações impedem que medidas imprudentes sejam tomadas, prevenindo riscos.

Propor novos modelos de trabalho além do tradicional

E se a fábrica fizesse um protótipo do seu sistema logo no início da documentação? O desenvolvimento com fábrica de software não precisa ser engessado e sempre seguir o modelo tradicional. É importante que se tenha uma visão do projeto, não apenas do produto final. Então, valorize propostas criativas que beneficiem seu projeto!

Conheça a fábrica, os processos e os times

Sinergia entre fábrica e cliente

A fábrica de software não é só um contratado, faz parte do seu time! O contato pode ser online ou presencial, o importante é que sua empresa, seu time de desenvolvedores e a fábrica tenham uma sinergia durante o projeto. Não pense que apenas empresas grandes podem ter proximidade com o cliente e entregar uma experiência de compra de qualidade. Por vezes, as menores têm mais facilidade para isso. Lembre-se: não depende só da fábrica, leve a parceria ao pé da letra.

Proponha desafios.

Já comentamos sobre como é interessante que a fábrica de software proponha modelos de negócio diferentes, mas o cliente também pode criar desafios!

E se, por exemplo, você precisar que todo o atendimento seja apenas online? Será um grande teste da capacidade de comunicação e suporte da fábrica.

Acompanhe os indicadores, já que eles oferecem um melhor entendimento da experiência da fábrica, mostrando se a qualidade prometida está sendo medida. Olhe também certificações, da fábrica e do time! Esse conhecimento dará a visão de como o projeto vai rodar.

Conheça os processos e os times que monitoram a qualidade. Não converse só com a área de produção, mas com todos os envolvidos!

Cases de Insucesso também importam!

Nem só as coisas boas dizem o bastante sobre uma empresa. Questione sobre problemas de projetos passados, sempre buscando entender como a fábrica resolveu cada um deles. Ligue para outros clientes dessa fábrica e pergunte também sobre situações que fugiram do controle e como foram contornadas. O melhor não é colocar uma pedra acima dos problemas, mas removê-la!

 

Não se esqueça do consumidor final

No fim, é o usuário que sente as consequências do projeto. Por isso, tudo o que foi dito até aqui deve sempre levar em consideração como impactará o consumidor final. A Experiência do Usuário (UX) é de extrema importância, especialmente quando se trata de um sistema para mobile! Pense só: quem é acostumado com IOS não deseja utilizar algo que pareça mais um Android, e vice-versa.  Imagine todo o trabalho em equipe sendo jogado fora por um erro assim.

Um projeto de sucesso não visa só números, mas sim a melhor solução possível para o usuário! Temos certeza que se atentando a tudo que foi comentado nesse artigo, você saberá escolher a melhor fábrica para fazer parte do seu time e, assim, trabalharem juntos pela qualidade do sistema.

O que achou? Tem alguma sugestão sobre o assunto? Deixe seu comentário!

 


Escrito por

Jeremias Queiroja da Costa Araujo

Inscreva-se e receba nossa newsletter!

Estamos sempre gerando conteúdos inéditos para compartilhar conhecimento com você, além das últimas notícias de tecnologia.