skip to Main Content

Lightning Talk – Um bate-papo sobre segurança, tecnologia e inovação

Para falar de Bitcoin e Blockchain, antes precisamos entender a evolução dos meios de pagamento. A necessidade de segurança é algo que a tecnologia vem tentando solucionar com suas inovações. Mas como isso funciona, na prática? Você sabe o potencial da Blockchain e o motivo para Bitcoin ser uma coisa tão revolucionária?

O Lightning Talk ministrado por Amanda Lima é assim: um bate-papo para que todas essas questões sejam respondidas. Mais do que isso, a intenção de abrir esse diálogo é enxergarmos para onde estamos indo, e como e tecnologia pode preencher outros gaps da sociedade.

Assista o Lightning Talk para entender:

  • A evolução dos meios de pagamento
  • Por quê o Bitcoin é revolucionário?
  • O potencial de tokenização em blockchain
  • A Disrupção do setor de serviços
  • Blockchain e a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD)
  • A função da inovação para a sociedade
Continue lendo

Lightning Talk – Progressive Web Apps, será essa a nova tendência!?

Você já ouviu falar de Progressive Web Apps (PWA)? Talvez não conheça pelo nome, mas certamente essa metodologia já te salvou como usuário.

Isso mesmo, como usuário! É simples: se alguma vez você conseguiu acessar uma página web em seu celular sem conexão, isso só foi possível pela PWA.  É ela que te livra do “jogo do dinossaurinho” e permite acesso a determinados sites mesmo em modo avião. Vamos entender mais sobre Progressive Web Apps?

Continue lendo

Criando grandes cases para o ROI de User Experience (UX)

Você sabia que User Experience (Experiência do Usuário/UX) pode ser mensurado e mostrar retorno sob investimento (ROI)? Mesmo que o cálculo do ROI seja desafiador por si só, é perfeitamente possível e muito valioso para justificar o investimento em UX.

Abaixo, trouxemos números interessantes para serem considerados na hora de construir seu case. As informações foram baseadas no infográfico Making a Strong Business Case for The Roi of UX, da Experience Dynamics, empresa americana de consultoria em UX.

User Experience (UX) melhora a eficiência do desenvolvimento

Em fábricas de software, a velocidade é imprescindível. Atividades de UX podem reduzir em 50% o desperdício de tempo no desenvolvimento. Isso acontece porque elas ajudam a definir requisitos de usabilidade logo de início, prevenindo o retrabalho.

O tempo de desenvolvimento, por si só, já é reduzido em cerca de 33% a 55% quando o usuário é envolvido no processo. É assim pois a tomada de decisão e a priorização de atividades dos desenvolvedores ganha mais clareza.

Continue lendo

Como solicitar consignado fácil com o Aplicativo Mobile Consignet Convênio

O celular já é o equipamento preferido dos brasileiros. Numa pesquisa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 94,6% dos internautas usam dispositivo móvel. Segundo Maria Lucia Vieira, gerente da pesquisa, “as pessoas priorizam as formas de comunicação mais fáceis e mais rápidas”. Para ler mais detalhes sobre a pesquisa, veja a matéria da EXAME.

O Consignet, sabendo dessa preferência nacional pelos aparelhos de celular, já tem disponível o Aplicativo Mobile Consignet Convênio. Afinal, o brasileiro não usa o celular apenas para se comunicar: aproveitar a comodidade de serviços na palma da mão já é essencial no cotidiano.

O aplicativo é compatível com android e em breve poderá ser utilizado em iOS.

Continue lendo

Consignet integra automatizações ao Banco do Brasil e agiliza a averbação de contratos

Pensando numa maior segurança e agilidade para processos bancários, o Consignet, software para gestão da margem consignável, considerado pela FEBRABAN o sistema mais confiável para as instituições financeiras, acaba de realizar a integração junto ao Banco do Brasil!

As operações integradas são as de lançamentos de contratos, baixa e conciliação de descontos consignados.

Como funciona a integração ao Banco do Brasil

A integração se dá via processamento por arquivos CNAB, que é um padrão de comunicação entre os sistemas de gestão de margem e o banco. A integração fornece maior segurança e agilidade para os processos de averbação de contratos (novos e refinanciados), baixa automática de contratos liquidados, conciliação de descontos em folha de pagamento.  Esse padrão de comunicação para integração foi estabelecido pela FEBRABAN.

Continue lendo

O que projetos de desenvolvimento de software e cervejas artesanais tem em comum?

Você pode achar que a comparação é absurda, mas sim, a produção de uma cerveja artesanal pode ser comparada a projetos de software desde a primeira etapa. E é nesse primeiro momento da contratação de uma fábrica de software que vamos focar aqui: a análise de requisitos é indispensável tanto para o software que você pretende utilizar, quanto para a cerveja que deseja degustar. Mas fique tranquilo: desenvolvedores não trabalham alcoolizados.

Vamos então criar um paralelo entre duas situações: de um lado, a necessidade de um software para uma farmácia. De outro, o desejo de uma cerveja exclusiva para uma festa de fim de ano.

Imagine então que essas são as únicas informações passadas, tanto para a fábrica de software, quanto para a cervejaria. Um tanto amplo, não? Afinal, qual o tipo de software e com quais funções? E a cerveja, qual será a família, a cor, o teor alcóolico? Servirá quantas pessoas? Esse procedimento de especificar o que precisa é a Análise de Requisitos, indispensável para uma estimativa de prazos, preços e o alcance de resultados assertivos.

Cada software e cada cerveja tem seus objetivos

Dentro dessa análise, o primeiro passo seria a definição do objetivo principal e secundário.

Por exemplo:

  • Objetivo principal: Um software para farmácia.
  • Objetivo secundário: Que tenha fluxo de caixa.

E pensando na cerveja artesanal, seriam estes:

  • Objetivo principal: Uma cerveja artesanal especialmente para uma festa.
  • Objetivo secundário: Deve ser frutada.

Você deve concordar que ainda são informações amplas, que precisam de mais detalhes para que não existam frustrações e retrabalho. Vejamos então a segunda etapa da documentação.

Continue lendo

Desenvolvimento com fábrica de software vai além do menor preço

No desenvolvimento com fábrica de software, será que contratar quem oferece o menor preço é a melhor saída? Pode ser que sim, se você não valorizar a qualidade. Mesmo que você considere que seu projeto é algo simples (que não pode ser sinônimo de mal feito), deixar de lado a experiência de qualidade significa tempo, dinheiro e trabalho perdidos.

Por isso, olhe os diferenciais! Você pode avaliar se a fábrica de software oferece valor agregado mesmo antes de fechar negócio. Veja abaixo o que esperar de uma fábrica e como você pode contribuir para que o projeto seja um sucesso!

Aderência ao negócio

Se a fábrica de software não sabe o que o cliente espera do produto, o resultado tende a ser catastrófico.

Veja se a fábrica propõe visitas e se disponibiliza a fazer as reuniões necessárias para entender sua empresa, suas necessidades e a finalidade do software.

Entender a expectativa e mostrar a realidade

O que é possível e o que não é possível? Qualidade não é discutível em nenhuma hipótese, uma fábrica profissional não aceita práticas duvidosas que comprometam a entrega e a verdadeira solução do problema.

O desenvolvimento com fábrica de software precisa ser transparente e pontuar situações de risco.  Você gostaria de ser avisado antes de algo dar errado, não é? Então procure sempre uma fábrica que exponha todos os cenários e saiba medir riscos com antecedência. Isso é questão de confiança, credibilidade e segurança!

Exemplos de risco: volumetria e escalabilidade

A volumetria se refere ao número de informações dentro do sistema, e a escalabilidade mostra o quanto esse software pode crescer.

Imagine um prédio de 5 andares. A volumetria seria a avaliação de quantas pessoas esse prédio comporta. A escalabilidade observaria se a arquitetura aguenta crescer mais 5 andares. Ambas as informações impedem que medidas imprudentes sejam tomadas, prevenindo riscos.

Continue lendo
Back To Top