pessoas gestão ágil de equipe
Gestão Empresarial

A invasão da agilidade no mundo de tecnologia e negócios

pessoas gestão ágil de equipe
Infrastructure RGK4IT
07 de junho de 2019
pessoas gestão ágil de equipe

Não pode ler agora? Ouça esse conteúdo durante suas atividades:

Hoje em dia, as pessoas associam sempre uma gestão ágil à gestão de projetos.  

Para saber mais sobre isso o Google possui centenas de dezenas de milhares de links explicando com riqueza de detalhes como gerenciar seu projeto de forma ágil.

Portanto, gostaria de abordar a gestão ágil no contexto de pessoas.

Como você faz a gestão de equipe?

A agilidade contagiou outras áreas das companhias. A área de pessoas, o famoso RH, tem se aventurado nos conceitos e pilares ágeis, principalmente para gestão de desempenho por equipe e não individualizada, o que faz todo o sentido quando falamos que o time é autônomo, multidisciplinar, autogerido e colaborativo nas entregas. 
Você e sua equipe podem ser ágeis também, independentemente se entregam software ou não. Com base nos pilares e princípios da agilidade, algumas práticas saudáveis e que (pasmem!) ainda tem muito gestor que não sabe/quer fazer, podem tornar sua gestão e interação com os colaboradores muito melhor.

•  Colaboração 

 Ao invés de só estimular a colaboração entre as pessoas, colabore com elas.  

Você como gestor, se mostrando como um par, vai gerar empatia e estimular a colaboração no time.

•  Transparência  

 Poucas coisas são piores para um colaborador do que um gestor que claramente não abre o jogo, especialmente sobre fatos que impactam diretamente o dia-a-dia do time. 

Trate seu time com maturidade e responsabilidade

•  Indivíduos e interação

 Coloque as pessoas em primeiro lugar. Está em uma reunião importante, e um dos seus colaboradores te chama? Atenda

 As pessoas são mais importantes que os negócios. Negócios não existem sem pessoas.

•  Comunicação  

 Mais do que se comunicar, envolva-se com seu time. Conheça as pessoas. Saiba do que elas gostam, o que faz no final de semana, qual o nome do gato e se ela assiste às mesmas séries que você na Netflix.  

Quanto mais energia você investir em comunicar-se, menores as chances de desentendimentos ou problemas no trabalho.

•  Feedback constante  

Não espere a data da avaliação corporativa.  

 Pratique o feedback imediato. Não precisa avisar: “vou te dar um feedback”.  

Apenas fale na hora que as coisas acontecem e também esteja pronto para receber. Sua equipe vai se desenvolver de forma mais rápida e contínua.

•  Coragem  

 Tenha coragem para ser você mesmo.  

 E mais ainda para aceitar as pessoas como elas são. Coragem para encarar o diferente, entender o que não faz sentido pra sua realidade mas faz para a do outro, para acolher e também para reaprender.

•  Confiança

 A antítese do comando/controle. Este ponto é decorrente de todos os outros. 

 Confiança se conquista, se constrói no cotidiano, quando você está por eles na hora da dificuldade e também na hora do riso. 

 Confie nas pessoas, até que se prove o contrário. E ainda que se prove o contrário, avalie se não vale à pena confiar de novo. Todo mundo merece uma segunda chance. 

O que podemos concluir?

Você, como pessoa que se responsabiliza pela gestão de pessoas, independente se são profissionais de desenvolvimento de software ou não, quais as suas atitudes com relação aos tópicos acima? 

 Quais destes valores você exerce com naturalidade? Quais deles precisa periodicamente se lembrar de exercitar e aprimorar

 A jornada para qualquer pessoa aprender e se desenvolver com métodos ágeis e com gestão ágil não tem fim.  

Amanhã, o contexto será diferente e as ferramentas e práticas que conhecemos hoje talvez deixem de ser as melhores. 

 Depois de aprender muito sobre tudo que abordamos, você está pronto para desaprender e mudar?

Sobre a autora

Valsando entre as exatas e as humanas, Lara Rejane é uma entusiasta do mundo ágil, da inovação do dia a dia, das mudanças, das cores, da adaptação, do lado de fora da caixa, que ainda acredita nas pessoas e suas relações, e sente prazer em servir.
Pós graduada em Análise de Sistemas e em Qualidade em Desenvolvimento de Software, agilista evangelizadora e há 18 anos trabalhando no Banco Itaú, sentiu falta de se aprofundar mais nos complexos seres humanos que somos. Foi quando partiu para mais uma pós-graduação, desta vez em Psicologia para não psicólogos – aplicação no contexto de trabalho.  
No mundo ágil coleciona poucas letras: CSM, SA, SPC; e centenas de experiências, criações, tentativas, relatos de divã, falhas e sucessos, que adora transformar em ‘causos’ e dividir por aí.


Escrito por

Infrastructure RGK4IT

Inscreva-se e receba nossa newsletter!

Estamos sempre gerando conteúdos inéditos para compartilhar conhecimento com você, além das últimas notícias de tecnologia.